Vereador de Palmeira dos Índios confirma que nomeou a esposa e disse: primeiro a família

Durou apenas quatro meses para a cidade de Palmeira dos Índios produziu mais um escândalo na política de Alagoas, quando o prefeito socialista Julio Silva tinha sido eleito numa vitória acachapante contra o grupo político que dominava há oito anos a gestão municipal mostrando sua proposta de mudança e moralidade.

Alguns vereadores governistas foram denunciados que nomearam suas esposas, filhos e outros parentes em troca do famoso: “toma lá da cá” para apoiar a gestão Julio Cézar.

O neofito vereador Fabiano Gomes(PSC) decidiu hoje na sessão da Câmara Municipal de Palmeira dos Índios surpreendemente subiu a tribuna para confirmar as denuncias. Ele disse na sessão ordinária em seu discurso inusitado que realmente a sua esposa Erika Cristina Mendes Gaia foi nomeada, jusitificando a nomeação bravejou: “que ajudaria primeiramente a família e depois o povo.”

Fabiano Gomes – primeiro mandato –  chegou ainda a declarar em tom de desabafo: que a mídia é “desocupada”condenando os jornalistas por ter denunciado através de sites a maracutaia socialista que vem acontecendo na terra Xucurus.

A esposa de Fabiano, Erika Cristina Mendes Gaia foi nomeada no dia 2 de março para o cargo em comissão de assessoria técnixa I, símbolo CC-4, pertencente a Secretaria de Assistencia Social, percebendo por cada trinta dias de trabalho R$ 2.612,55.

Até o momento o prefeito Julio César(PSB) não se pronunciou permanecendo em absoluto silêncio. No entanto, agindo nos bastidores pediu o orçamento numa gráfica em Maceió para fazer 20 mil exemplares de um jornal chapa branca. O dificil é Julio Cézar justificar ao público de Palmeira dos Índios essa maracutaia com os vereadores governistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *