Três anos após o desabamento do silo do Moinho Motrisa ninguém até agora foi indenizado

As vítimas do Moinho Motrisa querem apenas Justiça

As vítimas do Moinho Motrisa querem apenas Justiça

Há extamente hoje completa três anos, que uma torres  do Moinho Motrisa desabou destroindo cinco veículos estacionado na calçada e ferindo cinco pessoas e deixando vários moradores sem casa, por determinação do Corpo de Bombeiro foram retirados de suas residências.

O cerreal depositado numa das torres que desabou chegou a invadir a avenida Comendador do Leão. no Poço.

Em rede social, Silvana Valença relembra o desabamento do silo do Moinho Motrisa, no entanto, “lamentando quanto tempo teremos que esperar mais para que o processo seja julgado pela nossa Justiça”. Adiantou ela, ainda, que “até agora o Moinho Motrisa não idenizou moradores e empresas afetadas pelo desastre.”

E concluino, bravejou: “Queremos apenas Justiça”.

07/04/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *