Suspeitos de estupro coletivo em Penedo são apresentados pela polícia

suspeitos

Em entrevista coletiva na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP), no final da tarde desta quarta-feira, a polícia apresentou os quatro suspeitos de participação no estupro de uma jovem de 17 anos, na cidade de Penedo, na Região Sul de Alagoas.

Ricardo Diego Pereira, 29 anos, Cleberson Campos, 36, Isaac Barbosa Ribeiro, 36, e Gilberto Nunes de Oliveira, 29, foram presos nessa terça-feira, 19, após a vítima denunciar o caso à polícia. Um quinto suspeito está foragido e pode ser preso a qualquer momento.

O estupro coletivo foi filmado em vídeo e a polícia teve acesso às imagens. Os quatro negam a participação no estupro, que teria acontecido durante uma festa, em uma residência.

“A jovem foi ao banheiro e, ao retornar, voltou a ingerir a bebida alcoólica que estava bebendo. Uma amiga dela que também estava na festa notou que ela ficou com a expressão diferente, atípica, não só com olhos avermelhados, mas pálida, como se a pressão tivesse baixado”, contou o delegado Guilherme Iusten, durante a entrevista coletiva.

Ainda de acordo com ele, um dos suspeitos teria sugerido que levassem a adolescente até sua casa para que ela pudesse repousar. “As amigas relutaram, mas como eram homens e estavam em maior número, levaram a menina para a casa de um deles”, disse o delegado.

“Mantive relações com ela, mas foi consensual”, defendeu-se Ricardo Diego Pereira. “Sou inocente, as investigações vão mostrar isso. Não estupraria jamais uma adolescente de 17 anos, sou casado e amo minha esposa”, disse Cleberson Campos.

Outro suspeito, Isaac Barbosa Ribeiro, chegou a dizer que a adolescente topou participar do “gang bang” (relação sexual entre várias pessoas). “Ela mesmo se drogou, foi tirando a roupa e querendo manter relações com todo mundo”, contou ele, ao alegar que não manteve relações com a jovem.

TNH1