Seris impulsiona ações preventivas de saúde no sistema prisional

Profissionais da Gerência de Saúde da Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) se reuniram nesta sexta-feira (2), com representantes da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), para discutir estratégias para promover a saúde dos servidores e internos no complexo penitenciário.

A gerente de Saúde, agente penitenciária Larissa Vital, explica que o encontro visa elaborar estratégias para prevenção por conta dos casos de meningite que estão surgindo em todo o Estado.

“Estarmos em um ambiente de confinamento, por isso redobramos as medidas preventivas junto a Sesau, para disseminar medidas de prevenção entre os servidores reeducandos e visitantes. Os casos de conjuntivite identificados serão tratados com todos os cuidados necessários”, salienta.

A gerente de Vigilância e Controle das Doenças Transmissíveis da Sesau, Daniele Castanha, ressalta que o trabalho já é desenvolvido pela Seris de modo permanente. “Precisamos entender o funcionamento do sistema para montar uma estratégia de trabalho. O atendimento já é feito pelos profissionais da Seris. Mas estamos montando uma estratégia para intensificar as ações”.

Informações, inclusive, desmistificando as consequências do vírus, também estão sendo transmitidas no âmbito carcerário. “Estamos informando sobre cuidados, prevenção e formas de transmissão. Além de deixar claro que é um período sazonal da doença e, se forem tomados os cuidados necessários, não haverá gravidade”, completa Castanha.

Ascom – 03/03/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *