Sefaz participa de evento internacional de dados abertos em Maceió

A Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) participa mais uma vez do Open Data Day (ODD), maior evento internacional sobre dados abertos no país. Nesta sexta-feira (2), uma série de palestras na faculdade Estácio/ Fal, na Jatiúca, deu o ponta pé inicial em uma maratona de programação que acontecerá pelas próximas 33h. Trata-se da terceira edição do evento, que, assim como o Hackathon da Sefaz, realizado em 2017, promete ser insano.

O evento tem como objetivo encorajar a adoção de políticas de dados abertos na sociedade em geral, a partir da criação de aplicativos e softwares. Recursos públicos, meio ambiente, pesquisas acadêmicas e direitos hmanos são as principais temáticas do ODD.

Os projetos que serão desenvolvidos entre esta sexta e sábado devem ter como fonte de dados abertos bases como as do Guia de Serviços do Estado de Alagoas, do Diário Oficial da União e da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz).

Na abertura do evento, nesta manhã, o líder do projeto Economiza Alagoas, Eduardo Barbosa, apresentou um panorama completo sobre a criação da plataforma de consulta de preços, além de relacionar o site com a disponibilização de dados abertos da Fazenda.

“A Sefaz tem liberado a Interface de Programação de Aplicativos [API] desde a I Jornada da Inovação, realizada em julho do ano passado”, conta. Há quase um ano, dados primários estão sendo fornecidos a qualquer cidadão como forma de reforçar a transparência e o desenvolvimento local. Vale ressaltar que a disponibilização desses dados está fomentada pela Lei de Acesso à Informação.

Disponível para qualquer cidadão, os dados são de fácil compreensão para quem possui algum tipo de instrução sobre desenvolvimento de softwares. “Para ter acesso aos dados abertos fazendários, basta enviar um email para [email protected] solicitando o acesso. Iremos fornecer uma chave para que seja usada entre as requisições do sistema”, explica Barbosa.

Inovação, conteúdo próprio e relevante são as diretrizes do 3º Open Data Day. Os projetos criados durante a maratona serão avaliados por critérios como adequação ao edital proposto, potencialidade, design e usabilidade. As idéias vencedoras serão contempladas com prêmios e certificados.

Ascom – 02/03/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *