Secretário Lima Junior debate propostas para a segurança em coletivos

Cúpula da segurança recebeu representantes dos empresários, Sinttro e Transpal.

Autoridades da Segurança Pública, representantes do Ministério Público e empresas de transporte coletivo, além do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários vão atuar em parceria para coibir os assaltos a coletivosDulce Melo
Autoridades da Segurança Pública, representantes do Ministério Público e empresas de transporte coletivo, além do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários vão atuar em parceria para coibir os assaltos a coletivos. Dulce Melo
O secretário de Segurança Pública, Lima Junior, acompanhado do delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, do comandante de Policiamento da Capital (CPC), coronel Wilson, e dos delegados Nivaldo Aleixo e Cícero Lima, se reuniu com representantes das empresas de transporte coletivo, Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Alagoas e Associação dos Transportadores de Passageiro do Estado de Alagoas (Transpal) para debater métodos e táticas que visam à prevenção e redução dos assaltos a coletivos em Maceió.

A reunião aconteceu na manhã desta quinta-feira (9), na sede da Secretaria de Segurança e contou ainda com a presença do promotor de Justiça do Ministério Público Estadual, Flávio Gomes.

 0906_COLETIVOS

Duas questões que atrapalham a ação de investigação e prisão dos envolvidos em assaltos a coletivo, como a qualidade da imagem das câmeras instaladas nos ônibus e o alinhamento dos dados coletados pela segurança e pelas empresas, foram levantadas e serão resolvidas por meio de parceria entre as empresas, as forças de segurança pública e demais órgãos responsáveis.

A partir do próximo mês, representantes das empresas de transporte – Cidade de Maceió, Real Alagoas e São Francisco – enviarão as imagens das câmeras de segurança semanalmente às autoridades policiais e participarão dos debates mensais, que já acontecem desde o início deste ano, apresentando os dados alinhados, com o máximo de informações possíveis, para que a Secretaria de Segurança Pública possa montar estratégias que proporcionem uma maior efetividade das ações.

Os dados colhidos pelas empresas serão comparados aos do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac), que fornecerá todas as informações e suporte a investigações que estarão sob a responsabilidade do 9º Distrito de Polícia Civil, comandando pelo delegado Nivaldo Aleixo.

Além disso, o secretário Lima Junior, determinou a criação de uma comissão especial, formada por autoridades da Segurança Pública, representantes do Ministério Público e empresas de transporte coletivo, além  do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários, que analisarão o andamento das investigações e das operações de combate aos assaltos a coletivos, que já apresentam resultados positivos desde o mês de abril.

“A integração entre todas as entidades envolvidas, autoridades policiais, empresas e sindicato, proporcionará uma parceria que dará resultados ainda mais satisfatórios à população. Precisamos construir estratégias que combatam esse tipo de crime”, afirmou Lima Júnior.

Segundo ele, desde abril, a Operação Coletivo Seguro já mostra índice de 39% de redução mensal nas ocorrências. “Com a parceria firmada hoje, a tendência é que esses números sejam reduzidos ainda mais, proporcionando uma maior segurança a população que transita diariamente nos coletivos de Maceió”, finalizou o secretário.

Thiago Tarelli – Agência Alagoas