Saúde prepara implantação do prontuário eletrônico

treinamento-pec-300x225

A Coordenação de Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) deu início, esta semana, ao treinamento dos profissionais de Saúde de Maceió para a implantação efetiva do Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC). A ferramenta, uma plataforma digital criada pelo Ministério da Saúde, possibilita o acompanhamento de todo o histórico do paciente e de como são investidas as verbas do SUS.

Em Maceió, a implantação do PEC será realizada em duas etapas. Na primeira, abrangerá as unidades da Estratégia Saúde da Família, pois estas, se não implantassem a nova ferramenta até o prazo estabelecido pelo Ministério – 10 de dezembro próximo –, correriam o risco de ter equipes descredenciadas, além de sofrer perdas no repasse do Piso de Atenção Básica (PAB) Variável. O recurso é repassado mensalmente pelo MS para o custeio dos procedimentos na atenção básica, ao qual a implantação da ferramenta está condicionada. Os profissionais dessas unidades iniciaram o treinamento na última terça-feira (22).

Numa segunda etapa, a implantação se estenderá às unidades básicas de saúde do modelo tradicional, envolvendo, como na primeira fase, a capacitação dos médicos, enfermeiros, dentistas, assistentes sociais, nutricionistas, psicólogos, farmacêuticos, auxiliares de saúde bucal, auxiliares e técnicos de enfermagem e recepcionistas, entre outros profissionais que se fizerem necessários.

“Será um grande avanço para a coleta, registro e arquivo de informação de saúde dos nossos usuários, permitindo que a equipe de saúde realize a gestão do cuidado de forma integrada, uma vez que o PEC permite a visualização do fluxo do paciente pelos profissionais, de acordo com o perfil de cada um, da recepção à finalização da consulta ou procedimento”, salientou a coordenadora de Atenção Básica, Rosivania Nascimento.

O PEC

O Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) é uma plataforma digital ofertada gratuitamente pelo MS que reúne o histórico médico, os dados e os resultados de exames dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), proporcionando um ganho na qualidade e na gestão da Atenção Básica para o gestor, para os profissionais de saúde e para o cidadão.

O prontuário também permite a verificação, em tempo real, da disponibilidade de medicamentos ou mesmo o registro das visitas de agentes de saúde, melhorando o atendimento à população. A transmissão 100% digital dos dados da rede municipal à base nacional possibilita, ainda, que o Ministério confira online como está sendo investido cada real do SUS, na saúde do brasileiro.

A informatização dos sistemas de saúde é uma das prioridades da gestão do Ministério da Saúde. O objetivo é integrar o controle das ações, promover a correta aplicação dos recursos públicos, obter dados para o planejamento do setor e, principalmente, propiciar a ampliação do acesso e da qualidade da assistência prestada à população, tornando o atendimento mais eficiente. A medida ajudará também a reduzir custos, evitando, por exemplo, a duplicidade de exames ou retiradas de medicamentos.

Em Maceió, três unidades implementadas em parceria com instituições de formação acadêmica foram as primeiras a implantarem o Prontuário Eletrônico do Cidadão implantado: as Unidades Docentes Assistenciais (UDAS) Paulo Oliveira Costa (no Cesmac, no Farol), Governador Divaldo Suruagy (na FAT, em Barro Duro) e Dr. José Lages Filho (na Unit, em Cruz das Almas), onde as equipes já passaram por capacitação para operar a nova plataforma digital. Nas demais unidades do Município, que passam atualmente pela capacitação, os profissionais de Saúde já vêm utilizando o Sistema e-SUS – software que alimenta o prontuário eletrônico – desde o início do ano.

Ascom SMS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *