Sai licença ambiental para estruturação da BR 316 em Alagoas

Ibama emitiu documentação e governador e ministro comemoram

d229ca01dd8b1d91feaa7294ec6bbed4_L
Licença ambiental é mais um obstáculo vencido para início das obras. Foto: Tribuna do Sertão

O sonho de toda uma região começa a se tornar realidade. Saiu a licença ambiental que permite o início das obras da BR 316, especificamente no trecho entre Carié (AL) e Inajá (PE). O Ibama emitiu o parecer na quinta-feira, 16, o que torna mais fácil o início das obras na estrada.

O empreendimento possui 49,8 km de extensão, entretanto, o trecho a ser construído terá investimento total no valor de R$ 60 milhões. Por fim, a nova via vai acabar com o sofrimento dos moradores de Canapi e Inajá, assim como dos comerciantes e demais visitantes da região.

Em recente visita do ministro dos Transportes, Maurício Quintella, a Alagoas, ele recebeu das mãos do governador Renan Filho um caderno de obras de mobilidade que podem ser tocadas com o apoio da União, entre elas a pavimentação da BR 316 entre o povoado canapiense e o município pernambucano.

“A recuperação do trecho da BR-316, especificamente, na região do Carié [AL] até Inajá [PE], passando pela cidade de Canapi, garante o acesso da cidade de Canapi e assegura a integração regional no Alto Sertão alagoano com o Estado de Pernambuco”, explicou o governador Renan Filho, fomento, sobretudo, o comércio regional.

Outra garantia pontuada pelo Governo Federal essa semana foi a respeito de melhorias no trecho da BR-423/110. Segundo informação do Ministério dos Transportes, “deve começar nos próximos dias”. Outra obra importante para o Alto Sertão alagoano.

O ministro Maurício Quintella afirmou que os empreendimentos viabilizarão ainda mais o desenvolvimento do Estado de Alagoas, tanto na área de transportes, como também, no crescimento econômico da região.

Os projetos atendem a uma reivindicação antiga dos moradores da região, que antes eram impossibilitados de transitar entre os municípios, principalmente em épocas chuvosas. As obras, sobretudo, irão contribuir para uma maior integração da região, trazendo assim, redução dos custos de produtos e melhores condições de segurança e conforto dos moradores.

No geral

A previsão é de que até o primeiro semestre de 2017, o Governo do Estado entregue nove obras rodoviárias em execução do Agreste ao Sertão e da Região Norte ao Sul, como também deverão ser iniciados novos serviços que vão desde a restauração de rodovias até a construção de novas estradas, o que vai desenvolver de forma mais rápida a mobilidade urbana, além de facilitar o escoamento da produção em todo o Estado por uma Alagoas melhor.

Maynara Rocha – Agência Alagoas