Ronda no Bairro encaminha dependente químico para a Rede Acolhe

Identificar e encaminhar casos de pessoas em situação de vulnerabilidade social é um dos eixos de atuação do Programa Ronda Bairro, que foi criado e estruturado para integrar e facilitar o acesso a diversos serviços públicos oferecidos à população.

E foi nesse contexto que, na manhã desta quarta-feira (14), agentes de proximidade que realizam o patrulhamento de bike no Corredor Vera Arruda, no Stella Maris, acionaram a equipe de Articulação e Mobilização Social do programa para atender Wallysson da Silva Santos, de 24 anos. Os agentes conversaram com o jovem e identificaram a necessidade de um atendimento específico para o seu caso.

Após  o atendimento, Wallysson aceitou ser encaminhado para uma das 37 unidades da Rede Acolhe, serviço oferecido pela Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), que busca fortalecer ações de inclusão e resgate social de pessoas com dependência química.

“Trabalhamos em parceria com a Rede de Atenção Psicossocial, seja para o encaminhamento ou referenciamento de casos de pessoas em situação de vulnerabilidade identificadas pelos agentes de proximidade ou durante as abordagens realizadas pela equipe social”, informou Áurea Vasconcelos, coordenadora de Articulação e Mobilização Social do Ronda no Bairro.

Ronda no Bairro

É um programa do Governo de Alagoas, sob a competência das Secretarias de Estado da Segurança Pública (SSP), de Prevenção à Violência (Seprev), da Assistência Social (Seades) e da Ressocialização e Inclusão Social (Seris).

A filosofia de trabalho empregada já foi muito estudada, difundida e executada em diversos países do mundo e por alguns dos estados brasileiros. Por aqui, o programa foi além, e tem por base quatro eixos de atuação: segurança de proximidade; abordagem social/comunitária; atenção à população em situação de vulnerabilidade social e articulação para a requalificação de espaços de convivência mútua degradados.

Desde o dia 4 de janeiro, atua na área do Jacintinho, em dois turnos de serviço. São 60 agentes de proximidade que realizam rondas a pé, de moto e de bicicleta na área comercial do Jacintinho, no trecho compreendido entre a TV Ponta Verde e a Escola Municipal Lamenha Lins.

No último dia 10, o programa foi lançado na orla marítima de Maceió,  onde 132 agentes de proximidade realizam rondas nas áreas comerciais do Jaraguá, Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca, Cruz das Almas e Jacarecica, nas quatro modalidades de patrulhamento.

Ascom – 14/03/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *