Ressocialização e Tribunal de Justiça fortalecem vínculo familiar no sistema prisional

Fortalecer o vínculo familiar e efetivar a ressocialização no sistema prisional. Nesta semana, a Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) e o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL) consolidaram a união de 43 novos casais no Núcleo Ressocializador da Capital. A cerimônia coletiva foi conduzida pelo juiz Vara Execução Penal, José Braga Neto.

O secretário da Ressocialização, coronel Marcos Sérgio de Freitas, revela que foi definido um cronograma para oficializar os casamentos no cárcere. “O matrimônio proporciona estabilidade no sistema prisional e segurança jurídica aos cônjuges. Por isso, nas últimas quinta-feiras de cada mês, faremos os casamentos coletivos. Assim, beneficiaremos um número maior de pessoas”.

O coordenador do Núcleo de Assistência Religiosa da Seris, pastor Francisco Pereira, reafirma o significado do casamento. “Muitos que participam desse momento já possuem uma família formada. A família é um projeto de Deus, e casar significa união, momento em que dois se tornam um. Sem dúvida, essa parceria da Seris com o TJ-AL vai levar mais amor e paz para família”.

Ascom – 01/03/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *