Presos em operação eram envolvidos com o tráfico na periferia de Maceió

Segundo a polícia, eles atuavam no Bebedouro, Flexal e Chã da Jaqueira. Operação “Sombra” prendeu seis pessoas na manhã desta quarta (23).

coletiva_1


As seis pessoas presas na operação “Sombra”, desencadeada na manhã desta quarta-feira (23), faziam parte de uma quadrilha envolvida em tráfico de drogas e homicídios na região do bairro de Bebedouro, Flexal e Chã da Jaqueira, na periferia de Maceió. A informação foi divulgada durante uma entrevista coletiva à imprensa na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Os presos foram identificados como Allan Brex da Silva Santo, o “Chimbra”, 42, Daniel da Silva Simões, o “Amaral”, 30, Cícero Augusto Amâncio da Silva, o “Júnior Cabeção”, 37, Wellison Widems Delfino da Silva, o “Kevin”, 26, Gutemberg Barbosa da Silva, o “Gu”, 19, monitorados por tornozeleira eletrônica, e Silvania Lins da Silva, 41.

Segundo o delegado Rodrigo Sarmento, da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN), a quadrilha estava sendo investigada desde junho.

“Eles trabalhavam com maconha e crack. O ‘Gu’ é o braço armado do grupo, e executava a maioria dos homicídios. Com ele nós apreendemos uma pistola calibre 380, e nós vamos analisá-la para tentar elucidar outros homicídios registrados naquela região onde eles atuavam e onde também havia forte conflito entre gangues rivais, explica o delegado.

Durante a operação, foram apreendidas uma balança de precisão, uma motocicleta, além de 2 quilos de maconha e 45 gramas de cocaína que estavam com Wellison. Outros 200 gramas foram apreendidos com Silvania, que havia tentado jogar a droga pela janela de casa no momento da abordagem policial.

A esposa de Wellison, identificada como Dandara Maisa da Silva, 22, chegou a ser presa com ele, por conta do flagrante da apreensão da droga. Na delegacia, no entanto, o suspeito assumiu a propriedade do material, e a mulher foi liberada.

“Ainda há outros integrantes da quadrilha foragidos. Esperamos prendê-los nas próximas semanas, concluiu o delegado.

Ao todo, foram cumpridos cinco mandados de prisão, expedidos pela 15ª Vara da Capital. Os presos foram levados para o Complexo de Delegacias Especializadas (Code). Os que foram encontrados com os materiais apreendidos também foram autuados em flagrante.

Participaram da operação as inteligências da SSP, e das polícias Civil e MIlitar, além da DRN, Tigre, Batalhão de Operações Especiais (Bope), Radiopatrulha (RP), 4º Batalhão de Polícia MIlitar (BPM) e o Grupamento Aéreo.

Na coletiva onde o resultado da ação foi apresentado estiveram presentes também o secretário de Segurança Pública, Lima Júnior, o major Marcelo Carnaúba, do Comando de Policiamento da Capital (CPC), e o capitão Victor Amorim, do Grupamento Aéreo.

g1

23/11/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *