Preso suspeito de arrancar cabeça de cadáver e atear fogo em corpo

mmmmmmmmmmmmmm

Walisson Henrique Silva de Souza, vulgo “Baixinho”, suspeito de violar uma sepultura no cemitério de Maragogi, no litoral Norte de Alagoas, foi preso na tarde desta sexta-feira (25).

Segundo a polícia, ele arrancou cabeça e um dos braço do cadáver de um jovem que era seu desafeto, ateando fogo no mesmo corpo. Com o suspeito, a polícia informou ter apreendido uma pistola.40.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Walisson Henrique tinha dois mandados de prisão em aberto por crimes cometidos na região do litoral Norte. Contra ele, ainda segundo a SSP, recai também a suspeita de liderar o tráfico de drogas na região.

No momento da abordagem, Walisson Henrique estava na companhia de Teógenes Carlos de Lima Viana. Conforme a polícia, eles estavam em uma motocicleta Honda 160 Titan Branca, de placa QLA-1568. Os suspeitos foram levados para a Central de Flagrantes, no bairro do Pinheiro, em Maceió.

O crime

A sepultura do pedreiro Clinffet Willes da Silva Machado, 37 anos, foi violada na madrugada da última sexta-feira (18), dentro do cemitério público de Maragogi. A cabeça e o braço esquerdo do cadáver foram arrancados e levados pelos criminosos, que atearam fogo ao restante do corpo, sepultado no dia anterior.

EstadãoAlagoas

25/11/16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *