Polícia militar apreende mais de 180 armas de fogo em maio

Eficácia dos resultados é fruto da atuação do Serviço de Inteligência da PM e da integração com os demais órgãos da SSP

Entre os armamentos apreendidos estão, revólveres, pistolas, espingardas e armas artesanaisEntre os armamentos apreendidos estão, revólveres, pistolas, espingardas e armas artesanais – Ascom/PM

Desde o início do ano, a Polícia Militar de Alagoas vem desenvolvendo ações operacionais que têm surtido bons resultados, principalmente no tocante ao número de armas de fogo apreendidas. No mês de maio foram contabilizadas 184 apreensões na capital e interior.

Em Maceió, o Batalhão de Policia de Radiopatrulha (BPRp) apreendeu 20 armas e o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) totalizou 11 apreensões, seguidos do 8º BPM, do 4º BPM e do Batalhão de Polícia Escolar, estes com oito apreensões cada.

Entre as unidades que integram o interior de Alagoas, o 3º BPM, em Arapiraca, e o 10º BPM, em Palmeira dos Índios, mais uma vez se destacam com a quantidade de 25 e 21 apreensões, respectivamente.

No Sertão de Alagoas, 17 armas foram apreendidas, sendo seis pelo 7º BPM, situado em Santana do Ipanema, e 11 pelo 9º BPM, em Delmiro Gouveia. Na região da Zona da Mata e do Litoral Norte, o 2º BPM, o 6º BPM e a 2ª CPM/I totalizaram 20 apreensões. Já o Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) conseguiu apreender quatro armas.

O comandante-geral, coronel Marcos Sampaio, fez questão de pontuar o trabalho que vem sendo desenvolvido pelos oficiais e praças da corporação, seguindo orientação do Governo do Estado e da Secretaria de Segurança Pública, nas ações específicas e bem articuladas que foram realizadas em várias regiões do Estado.

“Reafirmo que a eficácia dos resultados e o êxito no objetivo de apreender arma ilegal, que é uma das causas principais da ocorrência de crimes, estão atrelados ao trabalho compromissado de minha tropa para com a sociedade alagoana e a atuação do Serviço de Inteligência da corporação, bem como a integração com os demais órgãos da SSP”, destacou o oficial.

Entre os principais tipos de armamentos que foram retirados das ruas alagoanas destacam-se revólveres, pistolas, além de espingardas e armas artesanais de diversos calibres.

Wanessa Neves – Agência Alagoas.