Para próximo filho, Kim Kardashian cogita barriga de aluguel

Por conta dos outros partos, socialite teve o que chamam de placenta acreta, anormalidade que faz o órgão ficar aderente à parede uterina

Kim Kardashian nunca escondeu o desejo de aumentar a família. Depois da pequena Nort e o caçula, Saint West, a socialite, de 36 anos, já havia declarado que queria um terceiro herdeiro do rapper Kanye West, com quem passou uma crise no casamento em dezembro de 2016. Mas a estrela do reality “Keeping Up With The Kardashians” – infelizmente – não pode mais gerar um bebê e, no último episódio da série, contou que procura alternativa para ter um outro filho e cogita tentar uma barriga de aluguel.

Faturando aproximadamente R$ 300 milhões com jogo de celular, a irmã de Kylie Jenner sofreu de placenta acreta (um tipo que se cola à parede do útero) em suas duas gestações e teria tido sequelas no órgão. Na série, a empresária, que passou por um ataque com homens armados no ano passado, alegou não ter conseguido reparar um buraco em seu útero, tornando inseguro uma nova tentativa para engravidar. Ela até que tentou uma cirurgia para garantir uma futura gestação, mas não foi bem-sucedida. “Ter mais filhos com certeza vai ser uma luta. Já passei por tanta coisa, com partos difíceis, que os médicos acreditam não ser seguro eu conceber um filho outra vez”, explicou Kim. “Não posso mais gerar filhos. Isso é o pior. Não estou feliz com isso. Eu desisto”, confessou ela no reality.

Antes da operação, a morena disse que essa era sua última opção. “Eu quero que meus filhos tenham irmãos. Quero que eles saibam que fiz o que pude para tornar isso realidade”, ressaltou antes do procedimento. Sobre a barriga de aluguel ela, que considera a gravidez como pior experiência da vida, afirmou: “Eu definitivamente estou aprendendo mais e quero tentar. Depois de conversar com Kanye West, eu acho que sempre soube que a barriga de aluguel era uma opção, mas não achei que fosse uma opção realista. Agora sinto que é a minha realidade. A barriga de aluguel é a única outra opção para mim”.

terra

03/04/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *