O palácio do Presidente da Turquia de US$ 656 milhões e 1.100 cômodos

Residência oficial do presidente turco possui 1.100 cômodos

erdogan

ANCARA — Com 1.100 cômodos, a casa do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, custa cerca de US$ 656 milhões. A ostentação do mais novo palácio presidencial da Turquia contrasta com a realidade de milhões de pessoas do país, afetadas recentemente pela onda de repressão do governo após o fracassado golpe de Estado na última sexta-feira.

De acordo com o presidente, a enorme mansão é necessária para mostrar o lugar de seu país no cenário mundial. Mas sua construção em uma área florestal protegida, em 2014, começou cercada de polêmica, desafiando uma ordem judicial.

A casa ficou conhecida como “Palácio Branco” e tornou-se a residência oficial do presidente e de sua mulher, Emine Erdogan. Somente a tapeçaria custou mais de US$ 9 milhões, segundo o jornal “Daily Mail”.

Durante o fracassado golpe militar da semana passada, o Palácio Branco foi bombardeado. A extensão dos danos ainda não é conhecida.

US$ 2 MIL COM CHÁ

Os valores da mansão não são os únicos que surpreendem. Famosa por suas compras caras em viagens pela Europa, a primeira-dama gastou quase US$ 2 mil com chá.

Certa vez, Emine fechou um shopping em Bruxelas para não ser perturbada, e desembolsou cerca de US$ 48 mil em um bazar de antiguidades na Polônia.

De acordo com um relatório do Centro de Investigação Econômica e Social da Universidade de Bahcesehir, duas em cada três crianças vivem em condições de pobreza na Turquia, segundo os padrões europeus.

 oglobo.globo.com
19/07/16