Novo Fórum de Marechal Deodoro deve melhorar prestação jurisdicional

Presidência do Tribunal de Justiça de Alagoas inaugurou o prédio nesta sexta-feira (7); Otávio Praxedes afirmou que está cumprindo estratégia do TJ

Presidente Otávio Praxedes inaugura Fórum de Marechal Deodoro, em gesto simbólico. Fotos: Caio Loureiro.

O Judiciário de Alagoas inaugurou, nesta sexta-feira (7), o novo Fórum da Comarca de Marechal Deodoro. O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Otávio Praxedes, destacou que a obra deve melhorar o serviço prestado à população.

“Estou cumprindo o Plano Estratégico do Tribunal. Várias obras já foram iniciadas em gestões anteriores e estamos cumprindo esse compromisso de dar continuidade aos trabalhos, porque isso resulta e uma Justiça mais célere e aparelhada. Todos os operadores do direito terão satisfação de trabalhar em um ambiente dessa magnitude. Como gestor, eu me sinto muito feliz neste momento”, disse Otávio Praxedes.

O presidente ressaltou ainda que o desembargador homenageado com o nome do prédio, Ernande Lopes Dorvillé, “teve uma trajetória muito dignificante na instituição. “Seu nome já estava no prédio anterior e os desembargadores do Tribunal aprovaram a manutenção no novo Fórum”, acrescentou.

O juiz Hélio Pinheiro, titular da 2ª Vara da Comarca e diretor do Fórum, afirmou que a nova estrutura “renova nossas forças para continuarmos trabalhando mais e cada vez melhor”. “Sem dúvida é um dia de grande alegria para todos, não apenas nós que trabalhamos aqui na Comarca de Marechal Deodoro, juízes, promotores, advogados, defensores públicos, mas para o jurisdicionado de um modo geral, porque as novas instalações vieram para fazer com que a gente consiga otimizar o nosso trabalho”, enfatizou.

Prédio tem 1.328 m² de área construída e pode comportar três unidades judiciárias. Foto: Caio Loureiro.

Estrutura

A arquiteta Daniela Fonseca, do Departamento Central de Engenharia e Arquitetura (DCEA) do TJ, explicou que o projeto do Fórum é padrão do Judiciário de Alagoas e foi desenvolvido para atender a fóruns com duas varas, mas neste caso já com estrutura que possibilita a extensão para uma terceira unidade. “Todas as áreas seguem as recomendações do Conselho Nacional de Justiça”, frisou Daniela.

A obra foi executada pela empresa Nobre Engenharia e Arquitetura, e custou R$ 2 milhões e 691 mil. O terreno tem área de 5.000 m², incluindo um amplo estacionamento, e área construída é de 1.328 m².

O prédio conta com sala para o Ministério Público, Defensoria, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AL), distribuição e área de apoio de serviço, para os funcionários de limpeza, manutenção e copa.

As varas dispõem, cada uma, de recepção, secretaria, arquivo, sala para o assessor do juiz, gabinete do juiz, sala de audiência, copa e banheiros. Para os processos criminais, o prédio possui cela, sala de testemunhas, sala de reconhecimento e salão do tribunal do júri. O local fica na Rodovia Edval Lemos, no Conjunto José Dias.

Homenageado

Ernandes Lopes Dorvillé foi juiz de direito entre 1949 e 1962. Tornou-se desembargador em 1962, e posteriormente assumiu as Presidências do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas, entre 1970 e 1974, e do Tribunal de Justiça, entre 1977 e 1978.

Presenças

Participaram da solenidade os desembargadores Celyrio Adamastor (vice-presidente), Paulo Lima (corregedor-geral da Justiça), Sebastião Costa, Klever Loureiro e João Lessa, além de juízes e outras autoridades.

Isaac Neves – Dicom TJ/AL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *