Novela na Bahia é arma da Globo para reverter derrota para Record

Pode ser mera coincidência, como dizem as cartelas ao final de cada capítulo, mas a ambientação da próxima novela das 9 da Globo em Salvador será uma arma da emissora carioca para, digamos, melhorar o relacionamento e reverter sua queda na terra de Gilberto Gil. Segundo Sol, trama de João Emanuel Carneiro (Avenida Brasil) vai substituir O Outro Lado do Paraíso, de Walcyr Carrasco.

Em Salvador, segundo números do Ibope, a rival Record é líder da audiência diurna. Há quase um ano (11 meses, mais precisamente), na faixa das 7h às 16h e há nove meses no horário das 7h às 17h. Em janeiro, para se ter uma ideia, a Record TV Itapoan, a representante do canal na capital baiana, teve média de 10,6 pontos das 7h às 17h, contra 10,2 pontos de média da Globo, diz o MSN.

O SBT registrou 7,5 pontos. Das 18h à 0h, a Globo lidera (26×6 em janeiro, diferença enorme). Mas a novela de João Emanuel não entraria apenas para ser a maior audiência da sua faixa, no horário nobre, e sim para construir uma outra relação com o público local.

A aparição de um cadáver no telejornal local da Globo, na manhã desta segunda-feira, foi vista como uma tentativa desesperada de crescer no Ibope. Segundo Sol, porém, pode conseguir o mesmo efeito de modo menos apelativo.

Procurada, a Globo não comentou a questão até a publicação desta nota.

27/02/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *