Ministro da Justiça fará vistoria em cidades-sede de jogos na Olimpíada

rio2016_banner

Em meio ao maior rigor em procedimentos de segurança com a proximidade dos Jogos Olímpicos, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, fará vistorias em todas as cidades que serão sede de provas. O primeiro destino do ministro deve ser o Rio de Janeiro, sede do evento, mas Moraes irá também às cidades em onde haverá partidas de futebol: Belo Horizonte, Manaus, Salvador, São Paulo e Brasília.

Nesta segunda-feira (18), Moraes se reuniu com o presidente interino, Michel Temer, e o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sérgio Etchegoyen, para discutir a revisão das medidas de prevenção de atentados que foram anunciadas pelo governo na semana passada, após o ataque em Nice, na França.

Durante a semana, o GSI poderá divulgar outras alterações, como a ampliação do perímetro em que não será permitida a circulação de veículos em torno das arenas. Os novos procedimentos de inspeção de bagagem e revistas de passageiros começaram a ser adotados nesta manhã, causando alguns transtornos como filas grandes e atrasos.

Desde a última quinta-feira (14), quando um franco-tunisiano avançou com um caminhão e matou mais de 80 pessoas em Nice, o governo tem intensificado os encontros para a segurança durante a Olimíada e disse que irá revisar todas as medidas com o objetivo de encontrar lacunas.

Temer divulga vídeo

O presidente interino Michel Temer voltou a divulgar hoje (18) um vídeo no qual busca tranquilizar os turistas e incentivá-los a viajar ao Rio durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Na gravação, Temer lembra as medidas de reforço na segurança tomadas pelo governo federal após o ataque ocorrido na França.

“Volto agora para incentivar a sua vinda ao Rio de Janeiro, você, brasileiro, ou você, estrangeiro, seja atleta ou turista. Você pode vir tranquilo, pode desfrutar das maravilhas da Cidade Maravilhosa do Rio de Janeiro, das belezas naturais, e participar dos Jogos, que terão uma repercussão internacional”, afirma, no vídeo.

Paulo Victor Chagas – Agência Brasil

18/07/16