Marcos não concluiu residência em cirurgia plástica

Segundo o colunista Léo Dias nesta sexta-feira (07), o médico não tem registro na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

A reta final do “Big Brother Brasil 17” está tensa para Marcos dentro do confinamento: depois da briga com Ilmar e puxão de orelha de Tiago Leifert, o médico e Emilly estão “entre tapas e beijos”. Mas, quando sair da casa mais vigiada do Brasil, o gaúcho terá outra questão para resolver: apesar de se afirmar cirurgião plástico, ele não tem registro na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Segundo o colunista Léo Dias, o “brother” – alvo de críticas na web pelo comportamento machista – não concluiu o curso após denúncias. “Apurei com alguns cirurgiões plásticos e ele participou, sim, de uma residência de um médico bastante famoso em Niterói, Dr. Ronaldo Pontes. Mas não terminou a residência. Segundo os próprios cirurgiões, porque roubava toalhas. Ele não concluiu o curso e, por isso, não sabemos que ele tinha, de fato, aptidão”, indicou o jornalista no programa “Fofocalizando” no SBT.

Em seu site oficial, Marcos se afirma apto para fazer cirurgia de próteses de glúteo e preenchimentos. Na descrição, inclusive, o gaúcho relembra o curso de “Ex-aluno do Prof. Ronaldo Pontes, regente do Serviço de Cirurgia Plástica da Clínica Fluminense, clínica reconhecida mundialmente pela dedicação à cirurgia plástica estética. Dr. Ronaldo Pontes é a maior autoridade em cirurgia de face e um dos melhores cirurgiões de nariz do mundo.

terra

07/04/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *