Maceió é a 3ª capital no Ranking Nacional da Transparência

Ranking-Transparência1

O Município de Maceió ocupa o 3º lugar no ranking da transparência entre as 27 capitais brasileiras. O resultado faz parte do Ranking Nacional da Transparência, divulgado nesta quarta-feira (9) pelo Ministério Público Federal como parte da programação alusiva ao Dia Internacional de Combate à Corrupção.

Com nota 9,0 num ranking de 0 a 10, a capital alagoana também ficou à frente de todos os demais municípios alagoanos e também do Estado de Alagoas, que obteve a nota 6,8. Para o prefeito Rui Palmeira, o resultado é o reflexo da seriedade com que a gestão trata os bens públicos. “Essa posição reflete o trabalho que a Prefeitura de Maceió vem desenvolvendo na administração do bem público e para tornar as informações públicas acessíveis ao cidadão”, afirma o prefeito Rui Palmeira.

O levantamento foi feito pelo MPF em todos os 5.568 municípios do Brasil, no período de 08/09/2015 a 09/10/2015. A avaliação, que tem como finalidade mensurar o grau de cumprimento da legislação por parte dos municípios e estados, foi feita com base em um questionário elaborado pela Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla). O índice leva em consideração aspectos legais e boas práticas de gestão, incluindo a divulgação de informações sobre receitas, despesas e licitações.

Para o secretário Municipal de Controle Interno de Maceió, Diogo Coutinho, o desempenho da capital no ranking é resultante do trabalho feito pela gestão municipal nos últimos anos. “Ficamos extremamente felizes com o resultado desta avaliação, principalmente pelo ranking ter sido divulgado pelo Ministério Público Federal (MPF), que é uma instituição idônea e respeitada nacionalmente”, afirma.

Para o secretário, o resultado reflete o aperfeiçoamento dos processos administrativos, feitos com seriedade e transparência. “Ocupar o terceiro lugar, dentre as capitais mais transparentes do Brasil, é um marco para nossa gestão. Todo esse trabalho é fruto de muito comprometimento da nossa equipe e, principalmente, fruto da seriedade com que o prefeito Rui Palmeira conduz a gestão da Prefeitura de Maceió”, explica o secretário Diogo Coutinho.

Ele afirma que a Prefeitura manterá a austeridade no trato do bem público e que o reconhecimento serve de estímulo para seguir entre os municípios mais bem avaliados. “Nossa meta agora é conseguir a nota máxima, buscando parcerias com outras controladorias para implementar as melhorias necessárias para otimizar as ações de transparência ativa e passiva”, afirma.

Divulgação

O ranking foi divulgado na manhã desta quarta-feira (9) no auditório da Procuradoria da República no Estado de Alagoas, durante o ato “Todos Juntos no Combate à Corrupção”. Participaram do ato representantes do MPF/AL, Ministério Público Estadual (MPE/AL), Controladoria Geral da União (CGU/AL) e Tribunal de Contas de Alagoas (TCE/AL), com apoio do Fórum Estadual de Combate à Corrupção (Focco/AL).

Durante a apresentação, o procurador da República e coordenador do Núcleo de Combate à Corrupção do MPF/AL, Marcelo Lôbo, destacou como honrosa a classificação obtida pelo Município de Maceió no Ranking Nacional da Transparência.

O Ranking Nacional da Transparência pode ser acessado aqui.

Ascom/SMCI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *