Jovem encontrada atordoada em Arapiraca não é a mesma que desapareceu misteriosamente em Alagoas

Jaciara Nicácio continua desaparecida

Maria Jaciara Ferreira dos Santos, 29 anos, que sumiu misteriosamente de Coruripe no final da tarde da última quinta-feira, 30 de março, continua desaparecida. Nenhuma das informações recebidas pela família da jovem sobre sua suposta localização procediam, aumentando assim a angustia de todos.

De acordo com o Aqui Acontece, nas primeiras horas deste sábado, 1º de abril, os familiares de Jaciara Nicácio, como é mais conhecida, foram até a Unidade de Emergência do Agreste após serem informados que uma moça com as mesmas características da jovem foi encontrada atordoada perambulando por uma rodovia localizada próximo a Arapiraca.

Cheios de esperança, os familiares da jovem chegaram ao hospital, mas após serem apresentados a moça que foi resgatada em surto pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) logo perceberam que não se tratava de Jaciara Nicácio, e o desespero voltou a tomar conta de todos.

De acordo com Elidiane Silva, prima da jovem, os familiares da moça estão aflitos e a cada hora que passa a dor e angustia só aumentam. “Acabei de conversar com meu tio, que é o pai dela, e não tem como não se emocionar. Ele está chorando muito e suplicando a Deus para encontrar sua filha com vida. Até agora não conseguimos entender o que aconteceu, mas não vamos perder a esperança jamais”, declarou.

Jaciara Nicácio trabalha em uma filial de um banco de empréstimos e foi vista pela última vez caminhando pela Rua Floriano Peixoto, no Centro de Coruripe, logo após o final do expediente. Na oportunidade ela teria dito que estava retornando para casa, mas para desespero de todos ela nem chegou a sua residência. Desde então o celular da jovem encontra-se desligado.

Um Boletim de Ocorrência foi confeccionado na delegacia de Coruripe. Quem tiver informações sobre o caso pode ajudar ligando para o Disk Denúncia da Polícia Civil através do 181. A ligação é gratuita e o denunciante não precisa se identificar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *