Investimento do Estado em pequenos negócios incentiva microempreendedora

Outros casos bem-sucedidos levaram vendedora de salgados a expandir seu comércio

cd009bf2403895cff1620425c2c8aa02_L

Quando dona Laudejane Felix soube que uma colega tinha conseguido recurso para melhorar sua loja através do Governo do Estado com as melhores condições que elas encontraram no mercado, não perdeu tempo e procurou a Agência de Fomento do Estado (Desenvolve). O objetivo da vendedora de salgados era ampliar seu negócio na cidade de São Miguel dos Campos.

A miguelense já tinha ouvido falar do acesso facilitado ao crédito do Estado através da Desenvolve, mas quando foi atendida pela equipe da instituição ficou ainda mais determinada a tomar o recurso e melhorar seu rendimento. Na ocasião, ela contava com três carrinhos de salgados e uma clientela esporádica.

Com o crédito viabilizado pela Desenvolve, Laudejane investiu em uma máquina para a produção de coxinhas e instalou mais um carrinho de lanches em outro ponto da cidade, ampliando a cobertura do seu atendimento e atraindo novos clientes.

Sorriso estampado no rosto, atendendo a mais um cliente, ela não escondeu sua satisfação em ver seus lucros aumentarem e conseguir pagar o recurso sem dificuldades. “A gente não para de atender clientes um só minuto e todo o salgado produzido sai rapidinho”, comemorou a microempreendedora que pretende ainda galgar novos degraus.

De acordo com ela, os salgados vendidos a R$ 1 fazem tanto sucesso na cidade que moradores de São Miguel dos Campos já pediram a instalação do carrinho do ‘Rei da Coxinha’ também em outros bairros. “Sem as condições de pagamento que consegui através do Estado, não poderia nem pensar em tomar empréstimo nesse momento com as taxas dos outros bancos”, disse.

A linha de financiamento que atendeu às necessidades da Laudejane foi a Microcrédito Desenvolve/BNDES com taxa de 1% ao mês e carência de três meses para pagamento. A equipe da Agência deu as orientações necessárias à comerciante e acompanhou todo seu processo de investimento financeiro.

Ciente que seu trabalho à frente da Desenvolve está ajudando a transformar vidas em todo o Estado de Alagoas, o presidente da Agência de Fomento, Rafael Brito, antecipou que “isso é só o começo, novas medidas estão sendo adotadas para continuar retirando a instituição do campo passivo para o ativo, levando de modo ainda mais contundente o crédito até quem realmente precisa dele”, finalizou.

Eliete Amâncio – Agência Alagoas

21/07/16