Inscrições para Encceja Nacional 2018 começam no dia 16 de abril

Jovens e adultos que abandonaram os estudos têm uma nova chance de retomar a sua escolaridade e conseguir a certificação dos ensinos fundamental ou médio: o Ministério da Educação (MEC) divulgou, nesta quarta-feira (14), o calendário do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) para o ano de 2018. As inscrições para o exame começam no dia 16 de abril e seguem até 27 do mesmo mês, pelo site do programa http://enccejanacional.inep.gov.br/encceja/#!/inicial.

A aplicação nacional do exame acontece no dia 5 de agosto, enquanto o Encceja Exterior ocorre em 16 de setembro. No caso de pessoas privadas de liberdade, as provas acontecem nacionalmente nos dias 18 e 19 de setembro e, no exterior, de 17 a 21 do mesmo mês.

Critérios

O exame é direcionado aos jovens e adultos que não tiveram oportunidade de concluir os estudos na idade apropriada para cada nível de ensino e desejam obter certificação de ensino fundamental ou médio.

Para ser considerado aprovado e poder solicitar a emissão do certificado, o candidato deve atingir pelo menos 100 pontos em cada uma das quatro áreas do conhecimento e a nota mínima exigida na redação. Já os participantes que não obtiverem nota suficiente em alguma área do conhecimento poderão receber o certificado parcial de proficiência.

Quem se inscrever para a certificação de conclusão do ensino fundamental precisa ter 15 anos completos na data de realização do exame. Já para a certificação de conclusão do ensino médio é preciso ter 18 anos completos.

Nome social

Entre 30 de abril e 4 de maio serão recebidas as solicitações para atendimento por nome social.

Ausência

Em 2017, o Encceja Nacional teve uma taxa de ausência de 60%. A partir deste ano é preciso justificá-la para se inscrever no próximo ano.

O participante que não comparecer à aplicação das provas das áreas de conhecimento para as quais se inscreveu e não justificar sua ausência deverá ressarcir ao Inep o custo gasto com ele, acrescido da correção do IPCA, caso tenha interesse em fazer o exame novamente.

Quem faltar ao Encceja 2018 e quiser fazer o Encceja 2019, por exemplo, terá que justificar a ausência no Sistema de Inscrição do próximo ano para manutenção da gratuidade.

Em Alagoas, 20.780 pessoas se submeteram ao Exame Nacional para a Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2017, cujas provas foram aplicadas nos municípios de Maceió, Arapiraca, Delmiro Gouveia, Porto Calvo, Santana do Ipanema e União dos Palmares. A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) registrou, até o momento, 1.350 solicitações de emissão do certificado de conclusão do ensino.

Ascom – 14/03/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *