IMA/AL lança revista técnica com informações sobre a biodiversidade alagoana

Com a ideia de reunir trabalhos técnicos sobre a biodiversidade existente em território alagoano, o Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) lança nesta quinta-feira (15), às 10h, em sua sede, a revista AmbientAL. Junto com o lançamento será divulgado o endereço eletrônico com as instruções para recebimento de manuscritos que deverão compor a segunda edição.

A revista pretende preencher uma lacuna existente: a reunião de informações e estudos produzidos a partir de temas relacionados ao meio ambiente no Estado. Até o ano de 2017, ainda não havia sido publicado um periódico que pudesse, ao mesmo tempo, reunir manuscritos – artigos teóricos, resenhas de livros, de teses ou dissertações, relatos de experiências de pesquisa ou estudos de caso em Alagoas – e disponibilizar o conteúdo para um número maior de pessoas, colaboradores ou não do órgão.

No lançamento será apresentada a primeira edição, que reúne oito artigos e um relato de caso, redigidos por colaboradores do IMA/AL, como forma de tornar público trabalhos realizados pelos técnicos do órgão.

Os oito artigos foram desenvolvidos sobre as seguintes temáticas: as alterações espaciais na cobertura vegetal nativa da Reserva Ecológica de Manguezais da Lagoa do Roteiro (Resec de Roteiro) e seu entorno, localizada em terras dos municípios de Roteiro e Barra de São Miguel; a criação de uma área de exclusão na Piscina do Amor; o mapeamento das áreas com aptidões ambientais à preservação sob o ponto de vista do meio físico na Área de Proteção Ambiental (APA) de Santa Rita.

Ainda, o trabalho de implementação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) – registro público eletrônico de âmbito nacional e obrigatório para todos os imóveis rurais em Alagoas;  listagem das plantas vasculares do Refúgio da Vida Silvestre dos Morros do Craunã e do Padre – a primeira Unidade de Conservação Estadual de Alagoas no domínio da caatinga; o Índice de estado trófico na Bacia Hidrográfica do Rio Mundaú; os índices de qualidade da água da barragem Bálsamo, em Palmeira dos Índios; as perspectivas de estudos sobre as macroalgas marinhas do Estado de Alagoas, a partir da coleção histórica ficológica.

Além dos artigos, a revista traz um estudo de caso sobre a utilização do leite de soja na dieta de um filhote de preguiça-comum (Bradypus variegatus).

O prazo para recebimento de manuscritos inicia na quinta-feira (15) e segue até o dia 15 de junho. A participação é aberta para qualquer pessoa, desde que o trabalho esteja localizado dentro do Estado e da temática da revista. O endereço eletrônico, onde estarão disponíveis as instruções, será divulgado junto com o lançamento.

Ascom  14/03/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *