Igreja Batista de Maceió abre as portas para comunidade LGBT

Algumas vertentes do cristianismo parecem estar mudando seus pontos de vista a respeito de pessoas LGBT. Depois do Papa Francisco acenar acolhimento a homossexuais, a Igreja Batista do Pinheiro, em Maceió, tomou outra importante decisão.

Igreja foi expulsa de Convenção Batista
Igreja foi expulsa de Convenção Batista

Em assembléia realizada no dia 28 de fevereiro, a igreja decidiu abrir suas portas para a comunidade LGBT, mas não ficou imune ao preconceito dominante: foi expulsa da Convenção Batista Brasileira.

“Na Igreja Batista do Pinheiro, nossos irmãos e irmãs já foram aceitos em amor, nos corações e na convivência harmoniosa“, disse o pastor Wellington Santos ao Portal Gazeta.

Em carta enviada à Convenção, a igreja se posiciona “contra toda doutrina que traz mais opressão do que libertação e mais morte do que vida”.

Leia a carta:

1-4-424x600