Grávida de 16 anos interrompe tratamento de câncer terminal para ter o bebê

2b77e6bd9cf613003e0cf020675ed09eAos 16 anos, Rhianna Truman descobriu que estava grávida desde o início desse ano.

A adolescente sofre de uma forma rara de câncer terminal. Os médicos disseram que, caso ela decidisse ter o bebê, suas opções de tratamento para o câncer estariam limitadas até o nascimento da criança.

Apesar da oposição inicial e bem intencionada de familiares e amigos, Truman optou por suspender o tratamento e ter o bebê.

“Quando descobri, ainda estava grávida de pouco tempo, mas não quis desistir do bebê. Acho que tê-lo foi a decisão certa”, disse Rhianna em uma entrevista.

Aos 12 anos, a garota da Nova Zelândia foi diagnosticada com adamantinoma – um tumor raro no osso que começou em sua perna e se espalhou para os pulmões. Rhianna diz que quimioterapia e radioterapia não funcionaram, então os médicos estavam se preparando para experimentar um novo remédio, mas ela ficou grávida.

“Foi uma decisão difícil na época. Para mim, foi a coisa certa a se fazer”, disse Rhianna.

Felizmente, a gravidez está progredindo perfeitamente e Rhianna deve dar à luz a um menino saudável na próxima semana.

“Ele será um bebê normal, embora um pouco pequeno, mas isso é esperado por causa da minha saúde. Os médicos não estão preocupados”, disse ela em uma entrevista para um canal de TV da Nova Zelândia.

Se alguma coisa acontecesse com Rhianna durante o parto, o bebê ficaria sob os cuidados de seu parceiro e seus familiares.

“Se eu morrer, morro feliz. Vivi minha vida e ainda dei à luz a um filho. Sou grata por ter feito essa escolha”, disse ela.

Ainda assim, a adolescente continua tão otimista quanto possível sobre seu futuro.

“Estou preocupada, mas vou fazer o possível para superar”, disse ela. “Todo mundo precisa superar obstáculos durante a vida. Eu posso cair, mas vou me levantar e continuar lutando.”

 

Yahoo

16/11/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *