Furtos de cabos geram prejuízos de R$ 250 mil para a Prefeitura de Maceió

aa81d22e-9f07-49ee-bee6-32c27d894e53-768x1024
Após furto de cabos, equipe da Sima realiza reparos na Avenida Silvio Vianna, na Ponta Verde

Os frequentes furtos de cabos têm se tornado, a cada dia, um grande problema para o desenvolvimento dos serviços de iluminação na capital, a exemplo da recuperação e implantação da iluminação em áreas de convivência coletiva, como campos, quadras e praças, além da implantação e troca de luminárias das ruas da cidade.  O mais recente dos casos aconteceu na madrugada desta segunda-feira (25), na Avenida Silvio Vianna, na Ponta Verde. As equipes da Sima já executaram os serviços de reparos para normalizar a iluminação na localidade.

A Prefeitura de Maceió, por meio da Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública (Sima), já vem chamando a atenção para a prática criminosa, alertando que os furtos de cabos têm prejudicado a população. Somente este ano a Prefeitura contabiliza um prejuízo de aproximadamente R$ 250 mil por conta de furto de cabos nas estruturas de iluminação das Avenidas Marcio Canuto, Pierre Chalita e Assis Chateaubriand, além das Praças Sinimbu, Marciílio Dias e do Centenário, entre outros pontos.

“Na Avenida Marcio Canuto foram quatro furtos seguidos. Nossa equipe ia lá, executava os serviços e não demorava até que os vândalos acabavam com os serviços após o furto dos cabos. Outro caso intrigante foi no Viaduto Ib Gatto, onde nossas equipes estiveram trabalhando durante três meses para deixar o local totalmente iluminado e os vândalos conseguiram destruir o trabalho de três meses em dois dias”, relatou o titular da Sima, Frederico Lins.

Na tentativa de coibir a prática, a Prefeitura está fazendo o lançamento de cabos aéreos.  Segundo Frederico Lins, a medida se tornou necessária diante dos últimos incidentes registrados pela cidade. “São muitos casos de furtos, o que tem causado transtornos à população. A saída tem sido elevar esses cabos para minimizar, na medida do possível, o problema”, disse o superintendente.

O serviço de cabeamento aéreo já foi levado para pontos como as Avenidas Pierre Chalita e Senador Rui Palmeira. “É importante lembrar que quem custeia os serviços é a Prefeitura com recursos da população e que quando alguém se dispõe a cometer o crime está na verdade prejudicando a todos os cidadãos”, acrescentou Lins.

Frederico Lins, superintendente da Sima. Foto: Maciel Rufino /Secom Maceió
Frederico Lins, superintendente da Sima. Foto: Maciel Rufino /Secom Maceió

Disque Luz

A Prefeitura de Maceió, por meio da Sima, disponibiliza uma nova ferramenta de serviço para a população. Agora, além de contar com o Disque Luz ligando para o 0800 031 9055 (de telefone fixo, a ligação é gratuita), o cidadão maceioense pode acionar a Sima por meio da internet.

Acessando o link do Disque Luz Online é possível preencher o formulário de solicitação de serviço de iluminação. As demandas solicitadas pela internet são direcionadas para o sistema que gerencia o Disque Luz. O prazo para resposta é o mesmo do call center: 72 horas.

“Queremos facilitar o contato com o cidadão. O serviço por telefone continua funcionando normalmente, mas agora, estamos disponibilizando mais este canal. Há pessoas que preferem usar a internet ao invés do telefone convencional”, pontua o gestor da Sima.

As demandas que podem ser encaminhadas à Sima por meio dessas ferramentas são: reparo ou reposição de luminárias defeituosas ou queimadas, informações sobre postes com luminárias acesas durante o dia, instalação de luminárias e informações sobre postes danificados (nesse caso, a equipe da Sima verifica se o poste pertence à Prefeitura ou à Eletrobrás para dar os respectivos encaminhamentos).

Secom Maceió