Fãs dos Guns N’ Roses são presos em show

guns-and-roses-banda

Trinta pessoas foram presas no show do Guns N’ Roses no último sábado (23). Os cantores do sucesso ‘Welcome to the Jungle’ tocaram no estádio MetLife, em Nova Jersey, no fim de semana, e o concerto teve alguns incidentes, já que as autoridades locais prenderam várias pessoas, incluindo uma mulher que foi levada em custódia por agredir um policial.

A Polícia do Estado de Nova Jersey revelou à rádio ‘New Jersey 101.5’ que Kimberly Goodman, de 30 anos, foi acusada de agressão grave a um policial, enquanto outras prisões incluíram 11 detenções por incitação, nove por conduta desordeira e três por invasão criminosa.

Além disso, outras infrações incluíram resistência à prisão, assédio e posse de menos de 50 gramas de maconha.

Recentemente, o grupo Guns N ‘Roses se envolveu em outra incidente com a polícia, sendo detido na fronteira canadense por posse de arma.

Os roqueiros estavam viajando à Toronto para um show quando foram detidos por agentes aduaneiros, que encontraram uma arma com eles.

No entanto, eles foram liberados logo em seguida e o vocalista Axl Rose insistiu que a arma não pertencia a ele.

Durante o show na cidade canadense, o cantor falou à multidão sobre o incidente antes de tocar ‘Out Ta Get Me’.

Ele relembrou: “Você fizeram o quê? O quê? ‘Oh, sim, nós encontramos uma arma’. Portanto, não fomos exatamente presos, nós fomos detidos”.

Falando sobre os oficiais da alfândega, ele afirmou: “Eles foram muito legais. Eles foram muito compreensivos. Você sabe, isso acontece – você pode esquecer que você tem uma m***a de arma”.

Ele então riu sarcasticamente, encolheu os ombros e disse: “Não era minha arma”.

Um representante da banda afirmou: “Sim, isso realmente aconteceu na sexta-feira, 15 de julho, enquanto eles estavam atravessando a fronteira vindo da etapa da turnê em Filadélfia no dia 14”. O porta-voz disse que a arma não pertence a nenhum membro do grupo.

msn.com

25/07/16