Estratégia de captação de eventos atrai mais de 54 mil pessoas para AL em 2016

Com trabalho de forma planejada, inteligência comercial e estratégia de mercado, Estado se firma como um dos principais destinos de eventos e negócios do País

e0607b5b2d82fcfc6d5a67e85b8aaf9d_l

Um destino pronto, que trabalha de forma planejada com inteligência comercial e estratégias de negócios definidas. Consolidado entre as rotas turísticas mais procuradas do País, Alagoas abre também abre suas portas para o mercado de captação de eventos e assume um perfil mais maduro e competitivo ao atrair, apenas em 2016, mais de 54 mil pessoas para o Estado nos 45 encontro.

O setor avança e junto com ele são potencializados os equipamentos e toda a dinâmica de organização estrutural do comércio. Com hotelaria moderna, qualificada e próxima a um dos principais pontos de realização de eventos da capital Maceió – o Centro de Convenções -, o compromisso em difundir o destino e consequentemente o seu crescimento econômico garantem uma nova cara para Alagoas.

Em parceria com a Maceió Convention & Visitors Bureaus, o Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), traça um cenário de transformações na captação de eventos para a região. Apoiando a promoção de atividades, a fidelização dos profissionais envolvidos e a qualidade dos serviços prestados, Alagoas projeta oportunidades de negócios únicas para o mercado de eventos.

 Pautado em um público corporativo exigente, o destino se qualifica de forma positiva no contexto nacional. Além de se configurar como potencial de lazer, o segmento proporciona um investimento duas vezes maior quando comparado ao setor turístico.

“Como um importante pilar para a economia alagoana, o turismo de eventos é uma alternativa para movimentar o segmento durante a baixa temporada. Nosso trabalho de promoção e captação é pautado na apresentação profissionalizada de Alagoas como um Estado com localização privilegiada, rede hoteleira estruturada e equipamentos capazes de receber grandes eventos, como o Centro de Convenções. Além disso, a realização de grandes eventos em Alagoas movimenta toda a indústria do turismo, que vai das cooperativas de táxi aos restaurantes e hotéis, gerando emprego e renda para a população local”, avalia o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima.

 Dinâmica própria

 Muito planejamento, antecipação e na bagagem uma série de estratégias comerciais. Realizado em anos pares, ímpares ou ainda com exigências de candidaturas com quatro anos de antecedência, Alagoas firma-se como destino de eventos. Essa conquista demandou a aquisição de um banco de dados organizado, compreender a dinâmica e especificidades individuais e definir as melhores táticas de captação para cada encontro.

Prova disso, é que a agenda começa a ser planejada para os próximos anos. De acordo com o Maceió Convention, para 2017, já são mais de 20 eventos confirmados e uma programação que se encontra em fase de definição já para 2020.

“Quando trabalhado de forma profissional, o segmento de eventos abre grandes oportunidades de equilibrar as ações com o turismo de lazer, já que conseguimos lidar melhor com a sazonalidade também nos meses de baixa temporada. Desta forma, garantimos boa ocupação e fluxo, movimentamos a economia, geramos emprego e inclusão, o que direta ou indiretamente melhora a qualidade de vida da população alagoana”, evidencia a superintende do Maceió Convention, Danielle Novis.

Rafaela Pimentel – Agência Al

21/11/16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *