Dia do índio: Conheça o significado de algumas palavras indígenas

criancas-tukano_piotr-jaxa
Índios Tukano, da região do Alto Rio Negro (Hannah Beineke / Ministério da Cultura / www.cultura.gov.br)

Quem acha que os brasileiros falam apenas um idioma, o português, está muito enganado. O território brasileiro registra o oitavo maior número de línguas em uso, boa parte disso com origem nas comunidades indígenas.

O número de línguas, segundo pesquisadores do tema, chegava a 1.078  quando os europeus desembarcaram em  terras brasileiras. Assim como a quantidade de índios, que passou de cinco milhões para cerca de 700 mil nos últimos anos, parte desses idiomas também foram se perdendo com o tempo.

Veja, abaixo, um dicionário com alguns termos indígenas de diferentes etnias e seus respectivos significados:

Alimentos:

Abati: milho

Aaru: Espécie de bolo

Bacuri: fruta popular da região Amazônica

Beiju: também conhecida como tapioca, feita com farinha de mandioca, podendo ser recheada ou não

Cambuci: fruta de uma árvore nativa da mata amazônica com formas parecidas a de potes de cerâmica

Cupuaçu: fruta amazônica  de sabor forte

Ira: mel

Jambu: planta cujas folhas são usadas como tempero

Jerimum: abóbora

Mandioca: todo o mundo conhece, e a maioria adora: é o aipim, a macaxeira, uma raiz que é o principal alimento dos índios brasileiros

Maniçoba: prato feito com folha da mandioca

Pequi: fruta da região Centro-Oeste

Pupunha:  fruto da palmeira

Tucupi: suco da raiz da mandioca-brava

Animais:

Acará: garça

Andirá: morcego

Arapuá: abelha

Cacira: vespa

Grajaú: pássaro

Laurare: marimbondo

Pirá: peixe

Poti: camarão

Cores:

Peba: branco

Ajubá: amarelo

Piranga: vermelho

Una: preto