Caso do roubo de veículo na porta de escola está esclarecido

Dois maiores e um menor participaram do crime; Jovem que atirou já foi identificado, outro foi preso após denúncia ao 181.

assaltoescola

O delegado da Polícia Civil, Rodrigo Colombelli, titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), disse que todos os três envolvidos  no roubo do veículo Prisma, de cor prata, levado numa ação criminosa, na porta de uma escola no Loteamento Pouso da Garça, no Antares, no inicio da manhã da última segunda-feira (13), já estão  identificados, inclusive com um preso, e o caso devidamente esclarecido.

Colombelli relatou que após ter identificado um dos autores na ação criminosa, convidou os pais dele para se fazerem presentes na Delegacia, no inicio da noite desta terça-feira (14). O delegado apresentou o vídeo aos genitores que reconheceram seu filho, José Raimundo da Silva Neto, de 18 anos, como sendo o jovem que atirou no carro, na porta da escola, atingindo o proprietário do veículo. Os pais também reconheceram outro envolvido, de nome Gilberto, declarando que ele sempre andava na companhia de seu filho.

José Raimundo da Silva Neto foi quem atirou no veículo.
José Raimundo da Silva Neto foi quem atirou no veículo.
 

“No momento que ouvíamos os pais de José Raimundo, chegou informação que um dos autores do roubo havia sido preso pela Polícia Militar, após informações ao disque denúncia 181, da secretaria de Segurança Pública (SSP)”, disse o delegado.

Gilberto Ferreira da Silva, preso após informações ao disque denúncia
Gilberto Ferreira da Silva, preso após informações ao disque denúncia

O jovem Gilberto Ferreira dos Santos, de 18 anos, foi preso e conduzido até a Central de Flagrantes 3, da Polícia Civil, localizada no bairro do Benedito Bentes, onde foi confeccionado o Auto de Prisão em Flagrante pelo delegado Colombelli, sendo concluído por volta das 4h da madrugada desta quarta-feira (15).

“Em seu depoimento, Gilberto confessou tudo e afirmou que quem atirou foi mesmo  José Raimundo. No momento da prisão, ele estava com uma moto roubada, sendo autuado em flagrante também por receptação. Descobrimos que em outubro do ano passado, ainda menor, Gilberto foi apreendido por roubo de celular, e que há a suspeita de uma série de roubos praticados por ele”, frisou a autoridade policial.

Rodrigo Colombelli informou também  que o outro acusado de participação no caso  é  menor, e por esse motivo enviará os procedimentos relativos a ele para a delegacia da Criança e do Adolescente, onde  o delegado Antonio Carlos Machado dará sequencia aos procedimentos em relação a investigação.

“O inquérito policial já está praticamente concluído. Todos os levantamentos feitos na investigação foram confirmados por testemunhas, pais do declarante, câmeras e interrogatório do preso. Daremos agora continuidade nas diligências para tentar localizar os outros envolvidos”, concluiu o delegado Colombelli.

Ascom PC/AL