Casais falam sobre o beijo como forma de demonstrar o amor

Psicóloga ressalta que é importante o afeto ser alimentado diariamente

Para os recém-casados Artur Pontes e Luciana Silva, toda forma de carinho sempre teve muita importância, Arquivo pessoal
Para os recém-casados Artur Pontes e Luciana Silva, toda forma de carinho sempre teve muita importância, Arquivo pessoal

O amor se mostra nas pequenas coisas e nos gestos do dia a dia, sendo o beijo uma das formas de ilustrar esse sentimento. Ele é representado no casamento, quando o noivo e a noiva dizem o famoso “sim”, e ainda é uma forma de demonstração de carinho que inicia com o primeiro beijo na adolescência. Esse ato cheio de significados e benefícios ao bem-estar humano faz parte também do processo de sedução dos casais.

“O vínculo afetivo é primordial”. A afirmação da psicóloga da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Alzira Moraes, vai além do beijo e do abraço. Ela se refere a tudo que se predispõe a chamar de afeto – a exemplo do toque, da comunicação e do respeito entre o casal de namorados.

Para os recém-casados Artur Pontes e Luciana Silva, toda forma de carinho sempre teve muita importância, porque eles namoraram durante seis anos a distância, antes da celebração do casamento realizado em dezembro do ano passado. Para Luciana, “todas as formas físicas de afeto surgem de uma vontade única de fazer parte da outra pessoa como se fosse uma só”.

“O beijo faz você sair um pouco da realidade e sentir apenas o outro como se não houvesse tempo e espaço naquele instante”, descreveu Luciana. Ainda segundo ela, é importante manter o amor vivo dentro de si mesmo e principalmente na pessoa a quem se ama, desde que nada disso se torne um sacrifício, ou seja, apenas feito pela vontade do outro.

O casal acredita que quando existe muito amor, tudo vira uma necessidade. “Já passamos 20 minutos em único abraço e parados no mesmo lugar”, lembrou Luciana, sobre a sensação de aconchego de abraçar e ser abraçada. “Um toque no rosto mostra o quanto a outra pessoa tem cuidado com você. Já ficar de mãos dadas é maravilhoso, porque as mãos trazem uma sensação de confiança”, completou.

A turismóloga Camila Neves e o administrador Wanderson Marques comemoraram dois anos de namoro no último dia 25 de maio. Ela define que beijos e abraços são as demonstrações de amor mais transparentes entre casais apaixonados. “Um abraço é um gesto de respeito e proteção, assim como um beijo transparece a intimidade e a paixão de um casal”.

 CamilaWanderson

A psicóloga ressaltou que é importante o afeto ser alimentado diariamente. “É uma via de mão dupla. É alimento de um para com o outro”, explicou Alzira. Para evitar problemas, ela orienta que o casal preserve uma relação de cuidado, mantendo e nutrindo uma boa comunicação.

A relações públicas Eneile Simone e o consultor de vendas Rodrigo Lisboa estão juntos há 19 anos. Eles acreditam que o afeto ameniza os contratempos e dificuldades do dia a dia que interferem na relação, como o stress do trabalho, a responsabilidade com os filhos e a vida corrida de hoje em dia.

EneileRodrigo
“Não somos um casal romântico, mas a gente cultiva o carinho ao longo desses 19 anos, não só em beijos, mas em abraços e gestos que fortalecem nossa relação”, contou Eneile. Ela acredita que os beijos (e as demais formas de afeto) são importantes na relação, pois reavivam a paixão do início do relacionamento e alimenta o amor entre o casal.

O que tem no beijo – A infectologista Adriana Ávila disse que não é preciso evitar o beijo devido às milhares de bactérias que podem ser transmitidas em poucos segundos de contato. De fato, existem agentes infecciosos na saliva, mas nem todos são patogênicos.

“A recomendação é para quem estiver com algum sintoma, evite o contato”, orientou a infectologista. Isso porque, muitas vezes, não tem como o outro saber de alguma doença. Então, para qualquer sinal de tosse, gripe ou outro sintoma, pode ocorrer a transmissão de herpes, mononucleose, H1N1, gengivite e sífilis. Lembrando que o HIV não pega com o beijo.

Danielle Cândido – Agência Alagoas