Aumentar a hidratação é a dica para colocar o corpo no ritmo pós festas

O novo ano começou e que tal aproveitar a oportunidade para deixar no passado os excessos cometidos desde o Natal e investir numa desintoxicação? Eles causam desconfortos digestivos como queimação, refluxo, flatulência

RTEmagicC_alimentacao.jpg
Apostar em ‘saladas verdes’ por uma semana é a dica dos nutricionistas para o organismo se desintoxicar (Foto: Divulgação)

Terminadas as festas de final de ano, chegou a hora de voltar a vida normal e ajudar o organismo a se recuperar dos excessos de comidas e bebidas do período de festas. Mais que comprometer dietas e formas, essas farras causam desconfortos digestivos como queimação, refluxo, flatulência, distensão abdominal, diarreia ou constipação intestinal.

De acordo com a nutricionista e professora do curso de Gastronomia do Centro Universitário da Bahia Joseni Lima, para limpar o organismo, o ideal é apostar numa dieta vegana por uma semana, abolindo completamente o consumo de alimentos de origem animal.

“Como a maioria das pessoas já abusou das carnes no Natal e Réveillon, que tal apostar nos alimentos de origem vegetal, conferindo um colorido especial às suas refeições”, recomenda Joseni. Segundo a nutricionista, alimentos que ajudam muito nesse tipo de dieta são: água de coco, limada, suco de laranja, suco verde, suco de laranja com maçã e muita água. “Calcule pelo menos 35 ml para cada quilo de seu peso”, orienta a nutricionista.

Para começar o dia, ainda em jejum, a professora indica o consumo de água com limão ou com alho ou um suco desintoxicante. Nesse período, é fundamental consumir cinco porções de frutas por dia; arroz integral em pequena quantidade no almoço; aipim, inhame ou batata doce no desjejum e castanhas, além das saladas cruas.

Para estimular e ajudar o trabalho do fígado, tão abusado nas festas de final de ano, é importante incluir no cardápio alimentos fontes de vitaminas do complexo B, flavonoides, minerais, como zinco e manganês, e alguns fitoquímicos encontrados em plantas como o boldo, a alcachofra e o chá verde. Os cereais integrais, como arroz integral,  quinua integral e  painço, são boas fontes de vitaminas do complexo B  e auxiliam no processo de detox. Nesse período, os alimentos muito refinados e industrializados também devem ser evitados, já que são pobres em nutrientes e antioxidantes, além de cheios de contaminantes químicos

Hidratação 
Outra dica que pode ajudar a aumentar a hidratação são as águas saborizadas. Para a também nutricionista Priscilla Milan Moreno, a boa hidratação vai ajudar ainda a evitar o aparecimento de doenças cardiovasculares. “Algumas combinações que fazem sucesso são abacaxi, hortelã e gengibre; limão siciliano, laranja e anis estrelado; ou maçã e canela”, ensina. A nutricionista salienta também a necessidade de fracionar a dieta de três em três horas, para evitar o exageros na mesa.

O professor e coach de educação física Cristiano Parente sugere uma mudança de hábito que vale não apenas para ajudar a desintoxicação pós festas como também ajudará a ganhar qualidade na alimentação: comer de tudo um pouco, vagarosamente, de modo que consiga saborear os alimentos.

“A degustação de um alimento dá prazer durante apenas alguns segundos, enquanto está na boca, em contato com a língua, que é a responsável por transmitir a sensação de sabor”, explica, salientando que, depois desses poucos segundos, a comida segue o caminho gastrointestinal e a sensação finda. “Para quem exagerou, o que fica é a digestão pesada, o acúmulo de calorias e o armazenamento dos excessos em forma de gordura, sem contar no trabalho e desgaste do estômago, do intestino, do fígado, rins, pâncreas, vasos”, pontua.

A nutricionista Priscilla Milan Moreno destaca que frutas bem comuns neste período podem ser grandes aliadas para ajudar o organismo a trabalhar sem sobrecarga. “A romã, por exemplo, é rica em antioxidantes que auxiliam no controle do colesterol, e a uva é rica em resveratrol, que ajuda a combater as doenças cardíacas e previne vários tipos de câncer”, completa.

Receitas de Saúde
Suco laranja 1 copo de suco de laranja
1/2 mamão havaí
2 dentes de alho
2 colheres de sobremesa de óleo de linhaça
Liquidifique, coe e sirva gelado
Suco verde  2 folhas de couve
3 ramos de couve-flor
3 ramos  de brócolis japonês
2 xícaras de água de coco
1 maçã pequena (opcional)
Liquidifique, coe e sirva gelado.

Suco desintoxicante  200 ml de água de coco

uma maçã com casca
pedaço de pepino ou aipo
uma folha de couve.
Tudo isso deve ser batido no liquidificador e adoçado com mel.

Suco digestivo

Para melhorar a digestão, a dica é usar no suco a hortelã ou ainda o gengibre.
O clássico abacaxi com hortelã, caprichando na hortelã, é excelente. A pessoa pode optar também pelo chá de hortelã que terá efeito similar.
Maracujá com gengibre, por causa do gengibre, também é uma boa opção na hora de fazer o suco.

Saúde geladinha

Os vegetais brássicos como couve-flor, brócolis, couve-manteiga, repolho, agrião, rúcula são fontes de tióis importantes para suportar o processo de detox. Faça cubinhos de gelo de couve com hortelã e acrescente um gelo desses no suco do café da manhã. Inclua no cardápio sementes de abóbora, melão e melancia, boas fontes de cálcio e magnésio que ainda tem ação vermífuga.

Correio24Horas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *