Acusados de contrabando de medicamentos e cigarros são presos e levados para a PF

Quatro pessoas foram presas neste sábado, 18, acusadas de venda irregular de medicamentos e contrabando de cigarros, sem notas fiscais. O grupo foi preso por militares nas imediações do Mercado da Produção, no bairro da Levada, em Maceió, e foram conduzidos para a sede da Polícia Federal, no Jaraguá.

As prisões foram feitas após denúncia em três estabelecimentos comerciais. Informações da polícia dão conta que foram presos, o idoso José da Silva, 76 anos, Ronaldo José de Araújo, 55 anos, Edvan Silva Santos, 34 anos, e Vanúbia Quintela da Silva, 25 anos.

De acordo com os militares, com os acusados foram apreendidos cargas de cigarros e medicamentos supostamente contrabandeados, além de uma quantia de aproximados R$ 17 mil.

Ainda de acordo com a polícia, os produtos eram expostos a venda sem receita médica e sem a emissão de nota fiscal, de aquisição e de compra.