ABSURDO: Polícia apreende jovem de 17 anos que dirigia van escolar

van_2
Menor conduzia a van no momento da abordagem feita pelos agentres do Detran (Foto: Detran-DF/Reprodução)

Um adolescente de 17 anos foi flagrado pelo Detran nesta sexta-feira (17) dirigindo uma van de transporte escolar e oferecendo o serviço sem qualquer tipo de registro no Distrito Federal. Segundo o órgão, ele transportava crianças para escolas na região de Sobradinho. O menor foi conduzido para a Delegacia da Criança e do Adolescente, na Asa Norte.

Agentes do Detran monitoravam a situação há uma semana. O adolescente informou a polícia que “cobriu” o proprietário da van escolar por dois dias por conta de um mal-estar.

No momento da abordagem o menor transportava uma criança de cinco anos, sem cinto de segurança, na parte de trás do veículo. A mãe da menina foi acionada pelos agentes do Detran para buscá-la no local.

O dono do veículo – que não quis se identificar – disse ao G1 que o sócio dele deixou a van com o menor por conta de um mal-estar. Ele informou que não dirige o veículo e justificou que a criança que estava no veículo era filha de uma amiga.

Os pais entregam as crianças a uma pessoa de confiança e ele bota um adolescente para fazer esse transporte. É uma irresponsabilidade muito grande, um risco muito grande”
Alessandra Lacerda, delegada da Criança e do Adolescente

A chefe da Delegacia da Criança do Adolescente, Alessandra Lacerda, afirma que nunca tinha visto caso similar e classifica a entrega das chaves ao adolescente como “irresponsabilidade”. “Os pais entregam as crianças a uma pessoa de confiança e ele bota um adolescente para fazer esse transporte. É uma irresponsabilidade muito grande, um risco muito grande”, diz.

O Detran informou que a van escolar não tem autorização para fazer esse tipo de transporte em Sobradinho. A abordagem foi feita após denúncia de pais, que desconfiaram que o condutor era menor de idade. A corporação informou que o veículo estava com problemas no tacógrafo – que registra a velocidade do veículo – e folga na direção.

De acordo com o diretor de Fiscalização do Detran, Silvain Fonseca, o proprietário do veículo será penalizado por diversas infrações. “Será aplicada uma multa pelo menor não ter carteira de R$ 574, e uma por entregar o veículo, que também custa R$ 574. Tem outra multa pela falta de equipamento obrigatório, de R$ 127, e uma por não pertencer ao transporte escolar, de RS 127”, diz.

O menor foi ouvido e aguardava um responsável até as 20h30 para ser liberado. Caso ninguém comparecesse, a previsão era de que ele fosse encaminhado para a Unidade de Atendimento Inicial neste sábado (18). O adolescente vai responder por exercício irregular da profissão e falta de habilitação.

Van utilizado pelo menor para fazer transporte escolar irregular em Sobradinho, no Distrito Federal (Foto: Detran/Reprodução)
Van utilizado pelo menor para fazer transporte escolar irregular em Sobradinho, no Distrito Federal
(Foto: Detran/Reprodução)

G1