Corregedoria entrega 258 armas de fogo ao Exército para serem destruídas

A Corregedoria-Geral da Justiça entregou, nesta segunda-feira (11), 258 armas de fogo ao Exército Brasileiro, que seguem para serem destruídas. A entrega simbólica do armamento, que estava no Centro de Custódia de Armas e Munições (CCAM) do Poder Judiciário, foi feita pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Paulo Lima ao tenente do Nezildo, no Fórum Desembargador Jairon Maia Fernandes, localizado no Barro Duro.

O corregedor destacou que a entrega das armas segue a resolução n° 134/2011, do Conselho Nacional de Justiça. “Após serem periciadas, as armas que estão vinculadas a processos conclusos, precisam ser tiradas de circulação e entregues ao Exército, em conformidade ao art 10 da resolução 134 do CNJ, que dispõe sobre o depósito judicial de armas de fogo e munições e sua destinação”, disse o desembargador Paulo Lima.

O tenente Nezildo informou que o armamento, que conta com revólveres, pistolas, espingardas e armas artesanais, será levado para o paiol do Exército, localizado em Recife, para que seja feita a destruição.

A entrega das armas foi acompanhada pelo coordenador do CCAM, Nelson Miranda, sub-tenente Lucena e pelos sargentos Araújo e Vamiel.

Ascom – 12/06/2018